Cerâmica de turmânio (CT) – fusão complexa de turmalina, germânio, rochas vulcânicas e mineral natural elvan. Ao aquecer, a cerâmica de turmânio torna-se uma fonte de radiação (calor) infravermelha, campos magnéticos de baixa frequência e iões negativos (aniões) 

Fabricação da cerâmica de turmânio

A cerâmica de turmânio é obtida através da moagem fina da turmalina, germânio, rochas vulcânicas e elvan. A secagem do pó no vácuo permite o rastreio cuidadoso com o fluxo de ar, a fim de obter uma substância particularmente fina. Em seguida, esse pó é colocado em pequenas formas e vão ao forno e são aquecidas a uma temperatura superior a 1300 ºC até sinterizar. E, apesar de não ser aplicada qualquer cobertura especial nesta pedra mista, a superfície dos «botões» fica brilhante, facto que comprova a prontidão da cerâmica em produzir um efeito revitalizante.

Propriedades naturais dos minerais usados na Ceramica de Turmanio

TURMALINA

De todos os minerais existentes na terra, só a turmalina possui carga elétrica constante, pelo que é também conhecida pelo nome de íman cristalino. Entre os vários tipos de rochas existentes na Natureza, a turmalina é considerada campeã absoluta no que diz respeito à variedade de cores e tonalidades. O brilho natural, a transparência e a solidez deste mineral colorido renderam-lhe o estatuto de perda preciosa. A turmalina é composta por: potássio, cálcio, magnésio, manganês, ferro, silício, iodo, flúor, entre outros componentes. No total, são 26 elementos da tabela periódica. Quando aquecida, a turmalina gera um campo magnético de baixa frequência, irradia raios infravermelhos e aniões que têm o seguinte efeito sobre o organismo:

  • Melhoram o metabolismo geral e o metabolismo celular;
  • Melhoram o fluxo sanguíneo local;
  • Restauram o sistema linfático;       
  • Restauram os sistemas endócrino e hormonal;
  • Melhoram a nutrição dos órgãos e tecidos;
  • Fortalecem o sistema imunitário;
  • Contribuem para o equilíbrio do sistema nervoso autónomo (sistema de estimulação e inibição mental);
  • Fornecem energia vital ao organismo;
  • Melhoram a qualidade do sangue, estimulam a circulação sanguínea e a hemodiluição, fazendo o sangue fluir livremente até nos mais finos capilares, dando vitalidade ao corpo.

Ceramica de Turmanio

GERMÂNIO

É valioso como o ouro e frágil como o vidro. O germânio é um mineral que atua em muitos processos no corpo humano. A insuficiência deste elemento afeta o trato gastrointestinal, o metabolismo lipídico e outros processos e, em particular, ajuda a desenvolver a aterosclerose. Os primeiros relatos de uso de germânio na saúde humana surgiram no Japão. Em 1967, o Dr. K. Asai descobriu que o germânio tem um amplo espetro de efeitos biológicos:

  • Transfere oxigénio para os tecidos do corpo. O germânio, ao entrar no sangue, comporta-se de forma semelhante à hemoglobina. O oxigénio que ele transporta até aos tecidos do corpo assegura o funcionamento normal de todos os sistemas vitais e impede a insuficiência de oxigénio nos órgãos com maior suscetibilidade para a hipoxia: o sistema nervoso central, o músculo do coração, os tecidos dos rins e do fígado.
  • Estimula o sistema imunitário. O germânio, quando utilizado em compostos orgânicos, contribui para a produção de interferão-gama, que inibe a propagação de células de micróbios, ativa os macrófagos e as células específicas do sistema imunitário (células T).
  • Efeito antitumoral. O germânio retarda o desenvolvimento de tumores malignos, impede a metástase e tem propriedades de proteção contra a radiação prejudicial à saúde. O mecanismo de ação está associado à interação entre os átomos do germânio e as partículas negativas que formam os tumores. O germânio priva as células tumorais do «excesso» de eletrões e aumenta a sua carga elétrica, o que leva à extinção do próprio tumor.
  • Efeito biocida (antifúngico, antiviral, antibacteriano). Os compostos orgânicos do germânio estimulam a produção de interferão – uma proteína protetora produzida pelo nosso organismo, como resposta à entrada de corpos estranhos.
  • Alívio da dor. A dor é transmitida do órgão doente para o sistema nervoso central por uma espécie de circuito eletrónico. O composto orgânico de germânio trava o movimento dos eletrões nas células nervosas, impedindo a dor.

Este microelemento está presente em alimentos naturais como o alho, o ginseng, a alga chlorella e os cogumelos. Ele despertou grande interesse da comunidade médica na década de 1960, quando o Dr. Kazuhiko Asai descobriu o germânio nos organismos vivos e provou que este aumenta o fornecimento de oxigénio aos tecidos e ajuda no tratamento:

  • do cancro;
  • da artrite, a osteoporose;
  • da candidíase (crescimento da levedura do micro-organismo Candida albicans);
  • da SIDA e outras infeções virais.

Além disso, é capaz de acelerar o processo de cicatrização de feridas e alívio da dor.

ELVAN

Este mineral contribui para uma pele saudável, absorve substâncias nocivas e elementos pesados, purifica a água, contém muitos oligoelementos e é uma fonte de energia térmica infravermelha. 

ROCHAS VULCÂNICAS

São rochas formadas por arrefecimento do magma proveniente de uma erupção vulcânica. É graças a elas que a cerâmica de turmânio adquire a sua consistência dura. Elas são ricas em micronutrientes, mas a principal vantagem das rochas vulcânicas é que retêm o calor orgânico por muito tempo. Estas características permitem-lhe obter um efeito máximo do aquecimento. As rochas vulcânicas também possuem a capacidade de eliminar toxinas do corpo, exercendo um efeito purificador sobre o organismo.

Os acessórios com cerâmica de turmânio podem ser usados o tempo todo. A cerâmica não irrita a pele e não causa alergias. O uso contínuo atua beneficamente sobre o sistema circulatório, nervoso e endócrino. Com o uso de acessórios de turmânio, o corpo recebe microdoses de calor infravermelho, que tem um efeito positivo no funcionamento de todos os sistemas.

Magnetoterapia – é um método famoso e eficaz de fisioterapia.

Os campos magnéticos de baixa frequência têm um efeito positivo no corpo humano.

Como resultado da acção da Magnetoterapia:
• as dores e a inflamação são reduzidos;
• o processo de recuperação é acelerado no caso de entorses, queimaduras e feridas, fracturas;
• os vasos são dilatados.
Os campos magnéticos têm um efeito positivo no coração – aumentam o fluxo sanguíneo coronariano e melhoram o desempenho do miocárdio.

A cerâmica de turmânio – é uma fonte de iões negativos.

O uso diário da cerâmica de turmânio compensa a falta de exposição ao ar livre e a ausência da prevenção de doenças (cuidados de saúde). Os iões negativos promovem um metabolismo saudável, aliviam a tensão, melhoram a capacidade intelectual, fortalecem o sistema imunológico, diminuem a viscosidade elevada do sangue, destroem os radicais livres no sangue. 
Uma sessão normal de fisioterapia dura 20 minutos. Para um íman natural como a turmalina, não há restrições de tempo. Por isso, poderá dormir no tapete com cerâmica de turmânio a uma temperatura de 35-40˚C. Mesmo desconectado da rede, ele irá executar a sua função, aquecendo do calor do corpo humano.

A cerâmica de turmânio é utilizada a uma temperatura que vai dos 30ºC até 70ºC. A uma temperatura de 70˚C cria-se um efeito de sauna, que pela sua acção pode ser comparada com a termoterapia tradicional. A energia térmica aumenta a circulação do sangue no corpo, ajuda a eliminar as toxinas (através da transpiração) e melhorar o metabolismo, o que leva a uma redução do peso corporal. Ao contrário dos procedimentos convencionais, após a «sauna» na cerâmica de turmânio, não há vestígios das secreções da pele, a roupa depois de secar permanece macia (como após lavagem), não há nenhum cheiro a suor.

Ao usar o efeito de sauna na cerâmica de turmânio, recomenda-se que beba 1-2 copos de água 20-30 minutos antes da sessão. A sessão deve ser realizada durante 1 hora com roupa de algodão fina, 1-2 vezes por dia. Para obter o resultado desejado, durante a sessão, deite-se sobre a cerâmica de turmânio de modo a que a cabeça seja colocada acima do revestimento de turmânio do tapete e cubra-se com uma manta. 

No uso da cerâmica de turmânio não existe nenhuma contra-indicação. O tempo de uso é ilimitado (a uma temperatura confortável). Aqueles que são propícios à pressão arterial elevada, recomenda-se que comecem a usar a cerâmica de turmânio a uma temperatura de 35-40˚C e aumentem gradualmente a temperatura para alcançar os resultados estáveis na recuperação do organismo.

Funções da cerâmica de turmânio:

1. Térmica. Relaxa os músculos, melhora a termorregulação, a circulação sanguínea, a imunidade. Activa as células da parte do corpo que é exposta à acção da cerâmica de turmânio.
2. Acção do calor. Ajuda a manter o equilíbrio da água no corpo (alivia os inchaços, sem perder os líquidos necessários), a regenerar os tecidos e possui uma acção antimicrobiana.
3. Magnetoterapeutica. Reduz a inflamação, acelera o processo de cicatrização. Trata a fadiga e a fraqueza.
4. Acção nos pontos biologicamente activos. (a superfície da cerâmica de turmânio é criada em forma de «botões»).
5. Purificante. Promove a eliminação de substâncias, sais, toxinas. Neutraliza o odor corporal.
6. Contribui para a saciação do organismo com Oxigénio, tem um efeito positivo sobre o estado emocional, o bem-estar e a funcionalidade do organismo.